O Motec é um programa utilizado profissionalmente no automobilismo real para capturar dados gerados pela telemetria durante treinos e corridas. Como todo bom programa, ele também foi adaptado para o seu uso no Automobilismo Virtual.

Originalmente, ele foi produzido para ser utilizado com o GTR2® (SimBin), mas logo depois ele foi adaptado para o uso no rFactor. Infelizmente o programa não sofreu muitos “upgrades” como a sua versão nata para GTR2®.

Sua instalação é um pouco complexa, mas tentarei explicar bem aqui:

Primeiramente, precisa-se baixar os seguintes arquivos (clique abaixo):

1. Programa Motec (versão para rFactor)
2. Data Acquisition Plugin
3. Projetos para usar no Motec

Com o Motec você não terá acesso aos dados de dentro do rFactor, por ser um programa à parte da plataforma. O Motec terá de ser executado manualmente, mas é pequeno e leve, nada que pese os computadores mais modestos. Para alternar entre o rFactor e o Motec, basta utilizar Alt+Tab (para quem utiliza visualização em fullscreen).

O Data Acquisition Plugin, como o próprio nome diz, é um plugin instalado dentro do rFactor, que tem como finalidade extrair os dados obtidos das suas voltas realizadas na pista.

Agora vamos instalá-los:

1. Instale o programa Motec em uma pasta qualquer de sua preferência, utilizarei no exemplo a minha instalação que é em D:\Motec

2. Instale o Data Acquisition Plugin na pasta raiz do seu rFactor.

3. Crie uma pasta chamada Motec dentro do seu rFactor na pasta rFactor\UserData\Log

4. Entre na pasta “rFactor\UserData\NOME DO SEU PILOTO”, abra o arquivo “Nome do Seu Piloto.PLR” (em qualquer editor de texto, até mesmo Bloco de Notas) e faça as seguintes alterações:

Data Acquisition Version=”0”
Data Acquisition Rate=”8”
Data Acquisition In Race=”1”
Data Acquisition EXE=”D:\Motec\MoTeC.exe” (lembrando que aqui utiliza-se o caminho referente aonde você instalou o programa Motec)
Data Acquisition File=”D:\rFactor\UserData\Log\Motec” (pasta Motec que você criou)

Atente-se ao caminho especificado acima que se refere ao executável do Motec e ao caminho da pasta de Log, se qualquer dado for informado erroneamente, o plugin não gerará os dados!

O arquivo .PLR é o arquivo de configurações do seu profile (do seu piloto): ele armazena tudo que é a respeito de ajustes. Se você pretende utilizar o Motec em mais de um piloto, deve-se fazer as alterações acima citadas em TODOS os arquivos dos pilotos. (Ex: O meu arquivo e pasta são: rFactor\UserData\Rafael David\Rafael David.plr)

Depois de feitas as alterações acima citadas, salve e feche o seu arquivo .PLR

Para concluirmos a fase de instações, acesse a pasta raiz do seu rFactor (onde fica o seu rFactor.exe) e procure o arquivo DataAcquisitionPlugin.ini, abrá-o com qualquer Editor de Textos e faça as seguintes alterações:

Logging Active On Startup=1
Wait For Vehicle To Move=1
Sample Rate=1
Write CSV File=0
Write LD File=1
Write LDX File=1
Write Debug File=0
Log File Output Patch=”rFactor\UserData\Log\Motec”

Mais uma vez, atenção aos caminhos. Se o caminho escolhido por você na instalação for diferente, indique-os corretamente nos arquivos.

Salve e feche o DataAcquisitionPlugin.ini

Feitos todos os passos anteriores corretamente, seu Motec já estará pronto para uso e a telemetria extraída corretamente, caso ocorra algum problema, tente refazer os passos anteriores.

Para saber se a telemetria está sendo salva corretamente, abra o jogo, dê pelo menos 2 voltas na pista, quando entrar no carro ouvirá uma voz feminina que dirá: “Data Acquisition is Enable”. Isso é sinal de que o jogo passará a gerar os dados para serem lidos posteriormente com o programa Motec.

Depois de dar algumas voltas, quando você sair do seu carro, os dados da telemetria já são automaticamente exportados para a pasta que foi selecionada (rFactor\UserData\Log\Motec)

Utilizando o Motec:

Agora vamos abrir o programa Motec para inserir a telemetria adquirida no rFactor:

Quando você abrir o programa, a primeira tela será essa: (se aparecer qualquer outra, pode cancelar para voltar para essa tela)



Nessa tela, você clica em “Open na Existing Project”

Na janela que vai abrir, encontre o projeto que foi baixado no começo desse tutorial, selecione o arquivo “Project.mtcprj”. Nesse exemplo, utilizaremos o Projeto do Super Clio.



Com o projeto aberto, você visualizará na página principal, um conta-giros, um velocimetro, um volante, além de várias barras em branco e um quadrado maior também em branco, essa tela é a “Volta Virtual”, onde você pode utilizar o botão Play na parte de cima para visualizar a sua volta e o modo como dirigiu. No quadrado grande em branco, aparecerá o mapa da pista correspondente, nele conterá a posição do seu carro na pista e será composto por:

- Linhas Verde-Escuras: Indicam momentos de aceleração plena. (de 80% a 100%)
- Linhas Verde-Claras: Indicam momentos de aceleração, porém parcial. (entre 15% e 80%)
- Linhas Vermelhas-Claras: Indicam momentos de frenagem parcial. (entre 15% e 80%)
- Linhas Vermelhas-Escuras: Indicam momentos de frenagem total. (entre 80% e 100%)

Para abrir os seus dados de telemetria extraídos do rFactor, basta você clicar no primeiro ícone em baixo de File, que é representado por uma pasta com um sinal de mais (+), assinalado na imagem abaixo:
 


Quando clicar neste ícone, abrirá uma outra janela para você apontar para a pasta onde se localizam seus logs, o caminho é o mesmo aonde você marcou no seu arquivo “DataAcquisitionPlugin.ini”, na fase de instalação deste tutorial.
 


Alternando entre as abas, você terá mais opções de visualização:

1º: Pilotagem: É a imagem acima citada, serve para rever seu comportamento na pista. Contém abas “Volta Virtual”, “Força G” e “Médias e Limites”
 


2º: Motor e Câmbio: Mostra a sua média de RPM durante a volta, um gráfico que exibe os RPM que o carro estava em cada troca de marchas e novamente conta-giros, velocímetro, marcha, nível de combustível, temperaturas de água e óleo e um mini map da volta. Contém abas “RPM e Troca de Marchas” e “Mapeamento de Giros”



3º: Pneus e Freios: Uma das guias mais importantes de qualquer setup, nessa guia temos um gráfico da temperatura dos pneus durante a volta, mínimas, máximas e médias, além de quadros que mostram a temperatura atual dos pneus, lado interno, lado externo e central. Existe também um pequeno gráfico que indica o desgaste dos pneus. Contém abas “Pneus: Temperatura e Desgaste”, “Pneu: Calibragem” e “Freios: Temperatura e Travamento”



4º: Amortecedores: Nessa guia você terá informações sobre os seus amortecedores e seu trabalho. Contém abas “Visão Geral”, “Dianteira”, “Traseira”, “Front Left”, “Front Right”, “Rear Left”, “Rear Right” e “% Bump e Rebound”.
 


5º: Altura e Mola: Nessa guia você visualiza a altura e as molas do seu veículo durante a volta. Influencia e é influenciado diretamente pelos amortecedores e pneus. Contém abas “Visão Geral”, “Dianteira”, “Traseira”, “Front Left”, “Front Right”, Rear Left” e “Rear Right”.
 


6º: Dados da Pista: Nessa guia você tem os dados de sua volta. Nela você tem um mapa mais detalhado do circuito, como marchas utilizadas, rotação, velocidade alcançada em cada curva, assim como os dados de aceleração e frenagem já mostrados anteriormente. Contém abas “Mapeamento da Pilotagem” e “Tempo de Setores”.

OBS: Pode ser que a pista seja mostrada incorretamente, isso depende da pista, mas não influenciará na leitura dos dados extraídos do jogo.
 


Uma observação importante com relação a aba “Tempo dos Setores”: Nela você conseguirá visualizar os tempos de todas as voltas divididos por retas e curvas.

- Os quadros que estiverem em verde-escuro são os ‘piores’ tempos registrados.
- Os quadros que estiverem em verde-claro não são os melhores nem os piores tempos.
- Os quadros que estiverem em branco são os segundos melhores tempos.
- Os quadros que estiverem em azul-claro são seus melhores tempos nos devidos setores.

Aparecerão também o tempo total das voltas, uma somatória dos quadros em branco (2ºs melhores tempos de setor) e uma somatória dos quadros azuis-claros que é uma somatória dos melhores tempos dos setores.
 


Bom, agora tem de se ter ao menos uma noção básica de mecânica para se ajustar um carro, o Motec só serve para comparações e melhorias entre ajustes e teste de mudanças. Existem vários tutoriais espalhados pela internet de ações e reações do carro nos ajustes do rFactor. É só experimentar mexer nos ajustes do carro, anotar as suas reações e comparar os logs com o Motec!!

Boa sorte a todos e bom aprendizado!

Conteudo retirado da Internet, Creditos ao respectivo autor ou autores